A escada do desenvolvimento

Redação – agora sim finalizada – escrita pelos alunos Jhonatan, Bernardo, Carlos e Gustavo para a disciplina de português.

Tema proposto pela professora foi Desenvolvimento humano.

Boa leitura😀

A escada do desenvolvimento

Desde a pré-história, o desenvolvimento humano até os dias atuais é significativo. A cada dia que passa, o homem alcança novas metas e objetivos, superando a si mesmo e lançando novos desafios. A capacidade mental humana mantém-se a mesma, porém, o conhecimento adquirido no decorrer do tempo por meio da curiosidade e da busca por respostas vem possibilitando o desenvolvimento da sociedade. A cada passo dado no caminho do conhecimento, o horizonte se distancia cada vez mais. Afinal, o conhecimento não é uma meta, e sim um objetivo constante.

Todo este desenvolvimento adquirido vem sendo aplicado em novas tecnologias e produtos destinados a suprir as necessidades do sistema social. Enquanto os ponteiros do relógio estão girando, alguma mente humana descobre algo novo ou desenvolve um produto inovador, fazendo com que o desenvolvimento acelere cada vez mais. O reflexo disso tudo pode ser visto em nosso próprio cotidiano, onde nos deparamos com celulares, laptops, Ipods, aparelhos que até a alguns anos atrás existiam apenas em nossa mente. Mas as sábias palavras ditas pela nossa professora Osmarilda resumem este raciocínio, afinal, “tudo o que o homem é capaz de pensar, ele é capaz de fazer”. Acredito apenas que, nesta frase, poderíamos acrescentar que o homem é capaz de desenvolver o que pensou mais rápido do que planejamos.

Nos últimos anos, principalmente, levantou-se uma questão crucial. Uma questão que a sociedade depara-se constantemente, mas prefere fugir dela, pois tem medo de descobrir sua resposta. Afinal, todo este desenvolvimento desenfreado é benéfico para a sociedade?

Muitas vezes o desenvolvimento ocorre de maneira desigual, aumentando ainda mais o abismo da exclusão social, fazendo com que as pessoas mais desfavorecidas não tenham acesso a estes benefícios. Para definir o grau de desenvolvimento de determinada região, existe o IDH (índice de desenvolvimento humano), que é medido através da educação, longevidade e renda per capita da população. O Brasil encontra-se em uma posição de destaque no cenário mundial, apresentando um índice de número 0,813, considerado alto pela Organização das Nações Unidas. No ranking mundial do IDH, organizado e atualizado anualmente pelo ONU, o Brasil ocupa a septuagésima quinta posição, seguido pela  Bósnia e Herzegóvina e precedido da Granada.

Mas, se pararmos para analisar o IDH brasileiro mais profundamente, nos deparamos com uma má distribuição deste desenvolvimento nas diferentes regiões brasileiras, ou seja, a desigualdade social faz-se presente em território nacional. As regiões sul, sudeste e parte do centro-oeste apresentam índice mais elevado. Porém, este índice sofre brusca queda ao viajarmos cada vez mais para o norte, mais precisamente nas regiões norte e nordeste, onde problemas como a fome, ausência de escolas e péssimas condições trabalhistas já são velhos conhecidos da população local.

Analisando estes dados, sem falar em inúmeros outros que não constam nesta simples redação, podemos chegar à resposta da pergunta anteriormente levantada. Este desenvolvimento desenfreado é benéfico para a sociedade? Para que este desenvolvimento realmente ocorra de forma benéfica, é preciso rever conceitos e valores, sem esquecer-se do modo com que o conhecimento é aplicado, de uma maneira com que a acessibilidade seja cumprida e nenhum indivíduo sofra de exclusão social. Porém, é difícil encontrarmos projetos ou trabalhos relacionados a melhorar a forma com que o desenvolvimento aconteça, afinal, são poucas as pessoas interessadas nisso, pois para rever e aplicar novas atitudes, gasta-se tempo e dinheiro, e o mundo é feito de resultados imediatos. Não existe tempo para rever, apenas para desenvolver irracionalmente. Infelizmente, este é o estágio em que a sociedade encontra-se, e a cada dia que passa torna-se mais difícil reverter esta situação.

Afinal, o desenvolvimento é como uma montanha, em que estamos em constante escalada, porém, no topo, não há nada, apenas um balde e um esfregão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: